Como manter a segurança no trabalho híbrido?

O home office conquistou o mercado de trabalho com força, devido ao avanço da pandemia no início de 2020. Diversas discussões surgiram sobre o tema, e atualmente o trabalho híbrido é encarado como a maior tendência para as empresas.

De acordo com dados compilados pela CNN Brasil, cerca de 66% dos empresários viram aumento significativo na produtividade com esse meio de trabalho se tornando popular. Paralelamente, os crimes digitais cresceram aproximadamente 265%, o que acende um alerta.

Com isso em mente, criamos um conteúdo exclusivo com dicas práticas de como manter a segurança no trabalho híbrido, protegendo os dados do seu negócio e dos seus clientes.

Venha conferir!

1. Utilize equipamentos da empresa

Muitas empresas, erroneamente, permitem que os colaboradores utilizem equipamentos pessoais para o trabalho remoto. Saiba que, o Brasil registrou uma alta de 120% nos crimes de phishing durante a pandemia, justamente porque as pessoas estão mais tempo conectadas à internet.

O delito acontece quando o usuário clica em um link falso e abre espaço para que um software malicioso infecte a máquina, ou roube os dados de modo passivo, fingindo ser uma página de cadastro.

Computadores pessoais estão mais sujeitos a isso, devido ao perfil de uso para compras, acesso a sites aleatórios e páginas de entretenimento. Dessa forma, é fundamental que a empresa forneça equipamentos para uso exclusivo do trabalho.

2. Mantenha o sistema atualizado

Quando um sistema operacional é atualizado, é absolutamente normal que haja falhas no processo. São pequenos erros que podem ou não comprometer a segurança das máquinas. Para isso, os desenvolvedores lutam contra o tempo para resolver o problema e entregar uma nova versão mais robusta e segura.

Caso o seu sistema não seja atualizado com a frequência correta, as chances de ele ser corrompido, vão crescendo ao longo do tempo. Por isso, tome esse cuidado!

3. Crie mecanismos de validação

Existem muitos processos complexos dentro das empresas e que podem levar um tempo para serem realizados. Essas tarefas podem, e recomenda-se que, sejam divididas em metas menores compartilhadas.

Quando isso acontece, para que uma alteração significativa seja realizada, é preciso da autorização do grupo. Ou seja, se um hacker invade o sistema, precisa invadir todas as máquinas para conseguir essa informação, o que dificulta o seu trabalho.

4. Aplique o IAM

O gerenciamento de identidades de acesso (IAM, em inglês), é o processo de limitar um usuário para que ele acesse apenas as pastas de trabalho que são de sua competência. Por exemplo, não há razão para que um assistente de conteúdo acesse as pastas financeiras da empresa.

Essa gestão promove maior segurança, uma vez que exige uma autorização prévia para que o colaborador salve as suas alterações. Essa é, na verdade, uma arma poderosa de contenção de danos.

5. Utilize um reset de senha

Muitas pessoas, ao pensar na segurança, não se preocupam com o fato de que os colaboradores podem esquecer senhas, e isso demanda um trabalho adicional para o setor de TI, ao mesmo tempo que promove insegurança.

Como você enviará a nova palavra-passe por meios seguros? Até mesmo os aplicativos de mensagens podem ser clonados e roubar informações. Dessa forma, uma plataforma de reset de senha é fundamental. O usuário recupera suas credenciais com agilidade, sem precisar de serviços intermediários para isso.

Nós, do Corpia, somos especialistas em segurança digital, e podemos ajudar a sua empresa a dar um salto na proteção de dados para o trabalho híbrido. Acesse a nossa página e solicite uma cotação ainda hoje!

Deixe uma resposta