Por que uma política de controle de acesso do usuário é crucial para sua organização

Com o aumento do uso de tecnologias pelas empresas é preciso que o tráfego de dados em seus sistemas seja controlado cada vez mais. Por isso, é crucial a implementação de uma política de controle de acesso do usuário, para que as informações corporativas não caiam nas mãos erradas.

Com o uso de aplicativos móveis pelos colaboradores e a implementação de tecnologia na nuvem, cresce ainda mais a necessidade de se ter uma política de controle de acesso eficiente. Isso porque essas facilidades acabam expondo informações e dados fundamentais para qualquer organização.

Este artigo irá mostrar para você por que sua empresa precisa ter uma política de controle de acesso de usuários de dados e como isso é fundamental para seu negócio. Leia e saiba mais!

Principais tipos de políticas de controle de acesso de usuário

Existem diversos tipos de políticas de controle de acesso de usuários, mas iremos mostrar as principais delas a seguir:

1. Autorização restrita a terceiros: essas políticas são geralmente usadas em conjunto com as que serão citadas abaixo. Ela dá certas permissões exclusivas para usuários que precisem acessar informações que seus colegas de departamento não podem;

2. Autorização de departamento – Os departamentos das empresas têm permissões únicas e fazem o tratamento de seus dados de maneira exclusiva;

3. Autorização em toda a empresa – Na maioria das vezes é iniciada pela equipe de Segurança da Informação e por uma requisição para organização de alto nível, importante para toda a organização.

O que deve prever uma política de controle de acesso do usuário?

A política de controle tem como objetivo orientar como deve ser o acesso de pessoas a dados sensíveis de uma empresa. A restrição, no entanto, não eliminará completamente os riscos à essa segurança. Porém, ela diminuirá bastante a ocorrência de incidentes desagradáveis que possam comprometer as atividades das empresas.

Para se estabelecer uma política de controle de acesso, é preciso levar em consideração os requisitos do negócio em si e a segurança dos dados. Assim, é preciso que sejam descritos nela os controles de segurança que deverão ser usados, em conformidade com o nível de segurança que determinada informação exige.

A política de controle de acesso precisa ainda determinar quais são as regras de acesso aos diferentes sistemas da empresa, de serviços e ambientes, assim como quais serão as responsabilidades dos colaboradores/usuários.

Também é fundamental que se crie perfis de acesso diferentes, além de determinar os procedimentos formais de administração, solicitação, remoção e autorização de acessos aos dados da empresa. Precisa constar na política de controle que isso precisa ser revisado constantemente.

Além disso, acessar configurações de controles de sistemas é algo que precisa ter atenção absoluta, principalmente quando se trata de sistemas de segurança. A política de segurança de acesso do usuário definirá o que é proibido e o que é permitido aos colaboradores em matéria de utilização dos sistemas de uma empresa.

Esse post mostrou para você como é crucial a política de controle de acesso do usuário para a sua organização? Agora, acesse o site da Corpia e conheça nosso software que auxilia na segurança de identidade, automatizando a liberação de acessos aos recursos de TI de uma empresa. Entre em contato e solicite uma cotação.

Deixe uma resposta