Análise de comportamento do usuário: o que é e como melhora a segurança digital

O comportamento do usuário é um tema que vem chamando a atenção de muitas empresas que desenvolvem softwares relacionados à segurança da informação. Isso porque, os ataques cibernéticos são intensos e evoluem no mesmo ritmo das novas tecnologias. Por isso, torna-se fundamental levantar uma análise de comportamento do usuário, detectar e analisar as informações obtidas, no intuito de prevenir ações maliciosas.

Como fazer a análise de comportamento do usuário?

Para realizar a análise de comportamento do usuário, um novo conceito vem sendo desenvolvido: a UEBA (User and Entity Behavior Analytics).

A expressão tem origem na língua inglesa e significa análise de comportamento de usuários e entidades.

A atividade se destina a monitorar, coletar e interpretar as ações e dados dos usuários que transitam pelos sistemas de informação alojados nas redes de comunicação.

A tecnologia realiza a análise de comportamento do usuário tomando como base seu histórico no registro de dados.

Esse processo inclui as atividades de rede e os registros de autenticação capturados e armazenados no sistema do computador.

O objetivo é compreender os padrões relativos ao tráfego, tomando como base o comportamento do usuário.

A ferramenta busca interpretar os padrões normais e os que apresentam informações maliciosas.

Como a UEBA pode melhorar a segurança digital?

A UEBA pode ser utilizada para analisar uma base de atividades consideradas normais de determinado indivíduo ou organização.

O processo também tem como objetivo identificar possíveis desvios ao fazer a análise de comportamento do usuário.

A ferramenta funciona utilizando algoritmos de aprendizagem de máquina e da big data no intuito de analisar esses tipos de desvios em uma velocidade que se aproxima do tempo real.

Mesmo que a interpretação de comportamentos de um único indivíduo possa não parecer tão eficaz para identificar possíveis atividades maliciosas, a realização em grande escala poderá detectar malwares e outras ameaças presentes no mundo digital.

Assim, a tecnologia poderá identificar algumas ameaças à segurança cibernética, como: vazamento de dados, terminais comprometidos e possíveis ameaças internas que possam ser compreendidas de acordo com a análise do comportamento do usuário.

Como funciona a análise de comportamentos no mundo digital?

A UEBA é capaz de analisar vários dados relacionados ao comportamento do usuário como acesso, contas e permissões.

A ferramenta também coleta informações como alertas de segurança e localização geográfica, podendo compreender quando o usuário realiza alterações em determinados dados que já permaneciam registrados.

O sistema não interpreta como arriscadas todas as ações anormais, mas analisa o impacto relacionado ao comportamento.

Quando os padrões comportamentais utilizam recursos com sensibilidade mais baixa, a ferramenta receberá menor pontuação relacionada ao impacto.

Por fim, se determinado padrão portar um potencial mais sensível, será enviada uma pontuação mais elevada de impacto.

A UEBA rastreia o comportamento dos dispositivos?

Além de rastrear e realizar a análise de comportamento do usuário, a UEBA coleta dados relativos à atividade dos dispositivos, servidores e aplicativos.

A ferramenta foi elaborada para mapear as ameaças internas e utilizar o aprendizado de máquina com o objetivo de rastrear todas as anormalidades capazes de representar uma ameaça ao usuário.

Coordene seus usuários de forma simples e garanta a segurança em seu ambiente. Entre em nosso site e solicite um orçamento.

Deixe uma resposta