Cibersegurança: 5 dicas para manter sua empresa protegida

Já não é raro ler ou ouvir notícias de tentativas de acesso ilegal em redes empresariais, no Brasil e no mundo. Muitas dessas tentativas acabam se concretizando e os ataques resultam em vazamento de dados. E é nesse ponto que a discussão sobre cibersegurança se torna cada vez mais necessária.

Para se ter uma ideia, só no Brasil, em 2020, foi detectado um aumento de 330% no número de ataques cibernéticos a redes corporativas, segundo pesquisa divulgada pela Kaspersky, empresa especializada em segurança virtual.

O principal fator que determinou esse aumento foi o trabalho remoto, necessário para a maioria das empresas por conta da pandemia do Covid-19. Essa porcentagem reflete que mais de 370 milhões de invasões ocorreram em 2020.

Portanto, toda atenção é necessária para garantir que redes e dados da sua empresa estejam seguros. Para isso, destacamos cinco dicas para manter sua empresa protegida contra ataques e invasões.

Ofereça um antivírus e o mantenha sempre atualizado

A primeira dica é mais do que fundamental: contar com um bom antivírus. Ainda que nas versões básicas, os antivírus conseguem monitorar e rastrear ameaças na rede, arquivos e nos navegadores.

Entretanto, é preciso manter os programas de antivírus sempre atualizados, para que atuem em sua máxima capacidade e consigam fazer varreduras periódicas, garantindo, assim, 100% de proteção.

Crie uma política interna de segurança digital

Outro aspecto de extrema importância que, muitas vezes passa despercebido, é a necessidade de elaborar uma política interna de cibersegurança.

De maneira simplista, a política interna é um documento comum a todos os usuários da rede da empresa, de todos os escalões, que deve ser assinado, reforçando que todos os colaboradores estão cientes das medidas de segurança digital.

Isso inclui a criação de senhas, acessos permitidos e proibidos, regras de compartilhamento e armazenamento de dados e arquivos entres outras funções que devem ser discutidas com os diretores e a equipe de TI.

Assim, após a criação da política interna, fica determinado que todos os usuários são responsáveis pela manutenção da segurança digital da empresa. E por meio desse documento, a organização consegue acompanhar de perto como seus colaboradores se comportam na rede.

Realize backups regulares

Quando se pensa em cibersegurança, automaticamente se pensa em programas para proteção de dados. Porém, além dos softwares, é preciso tomar ações básicas que fundamentam a segurança digital, como é o caso do backup.

Fazer backups da rede regularmente evita que dados e informações sejam perdidos por exclusão acidental ou que documentos sejam corrompidos por tentativas de ataques.

Fortaleça as senhas

As senhas são peças fundamentais dentro de toda a realidade tecnológica de uma empresa. Obviamente, uma senha forte inibe a quebra da cibersegurança, mantendo as redes e as informações a salvo de vazamentos e ataques.

Entretanto, muitas vezes os usuários não dão a devida atenção às senhas e é justamente nesse ponto que as ameaças acontecem.

Para evitar esse problema, é preciso que a equipe de TI da sua empresa constantemente acompanhe as alterações e as criações de novas senhas, sempre orientando a construção de senhas fortes, com combinações de letras maiúsculas, minúsculas, números e caracteres especiais, a fim de dificultar a quebra de segurança.

Gerencie os dados de acesso

Dados de acesso são quaisquer informações utilizadas para acessar diferentes locais; isso inclui, além das senhas, e-mails, informações pessoais e identidades corporativas.

Nesse caso, a dica é contar com um software que consiga gerenciar e monitorar os acessos dos usuários dentro de toda a rede da empresa, garantindo mais segurança.

O Corpia IGA foi desenvolvido pensando nesse aspecto, baseado em políticas de gerenciamento de identidades (IDM) e acessos (IAM) de todos os usuários de TI, o que permite um melhor gerenciamento e governança de identidades e acessos (IGA) para toda a empresa.

Ou seja, o Corpia IGA consegue, de forma automatizada, criar, modificar e remover privilégios de acessos e funções de qualquer usuário.

Dessa forma, a segurança é fortalecida, porque consegue rastrear e bloquear acessos indevidos, ainda que não propositais.

E se você procura mais segurança e soluções tecnológicas para a sua empresa, aproveite a leitura e faça uma cotação. Conheça mais sobre as funcionalidades do software Corpia.

Deixe uma resposta