Entenda como funciona a segurança em camadas

Com o avanço da tecnologia, a internet se tornou um meio perigoso para os investidores e pessoas do ramo dos negócios, pois ataques de hackers se tornaram cada vez mais frequentes.

De modo geral, ao se conectar a uma rede de internet, seja a da sua casa ou empresa, o ideal é se preparar adequadamente e encarar os problemas de segurança que você poderá vivenciar.

O ideal para se proteger atualmente, é utilizando a estratégia de segurança em camadas, com diferentes tecnologias, ela protege os principais pontos de entrada de uma possível ameaça.

Sendo assim, essa tecnologia irá dificultar que um intruso acesse a rede, reduzindo o risco do criminoso ter acesso aos seus dados.

O que é segurança em camada

Com a estratégia da segurança em camadas, uma pessoa ou empresa poderá navegar com mais segurança, pois, se houver uma possível ameaça, ela terá mais dificuldade em causar algum dano.

O hacker ao passar por uma camada, será barrado pela seguinte camada e assim sucessivamente. Essa tecnologia influencia para que o criminoso desista de acessar sua rede.

Quando usada corretamente, essa estratégia de camadas oferece proteção contra spyware, spam, malware (vírus), phising e ataques do dia a dia como, o vazamento de dados e a invasão de redes.

Também, poderá influenciar no tráfego SSL/TLS, recuperação de sistema inteiros, filtragem de conteúdo, apps, falhas no hardware, software, rede ou possivelmente um erro humano.

Saiba diferenciar as etapas da segurança em camada

Geralmente uma empresa não entende os riscos da vulnerabilidade com seus dados na internet. Com isso, diversas companhias seguem com suas atividades, sem conhecer os riscos de se navegar sem a devida proteção.

Sendo assim, o serviço da segurança em camada não foca apenas nas funcionalidades básicas das soluções, mas destacam os problemas causados pelos hackers e criminosos.

Na maioria das vezes, consistem em quatro fases de segurança em cada. Confira!

Rede

A primeira camada, sendo a mais externa, consiste em utilizar todas as soluções para impedir o acesso de usuários indesejados na rede. Essa funcionalidade deve ser programada para negar o acesso às máquinas e servidores.

Essa camada, pode ser simbolizada como um portal, que protege a sua rede privada ou a de seu cliente do mundo virtual. Nesse contexto, essa proteção pode ser utilizada como via dupla, tanto para proteger de ataques externos e impedindo condutas internas, quanto para impedir o acesso a sites de lista bloqueada.

E-mail

Por conta da maioria das negociações e comunicações serem feitas por meio do correio eletrônico, vale ressaltar que, uma pessoa ou empresa, com e-mails desprotegidos e sem nenhuma vigilância, pode sofrer com ataques à sua segurança

Endpoint

Prioriza-se a proteção dos hardwares da operação. Esses dispositivos são usados pelos colaboradores, tais como laptops, computadores de mesa, tablets, servidores, smartphones e outros. Além disso, isso inclui a segurança de todos os aparelhos físicos conectados à rede da empresa.

Backup

A camada de maior importância, o backup, ele armazena todos os arquivos da empresa. Se por eventualidade as outras três barreiras não suportarem o ataque, o backup será ‘’a reversa’’ para que a empresa se recupere da invasão de maneira ágil.

Gostou de saber um pouco sobre Segurança em Camadas? O Corpia pode ser a solução para sua empresa, entre em contato com a gente e solicite agora mesmo uma cotação.

Deixe uma resposta