Como proteger sua empresa de ataques de phishing?

Atualmente, phishing é um crime recorrente no universo online que tem como propósito roubar informações financeiras e pessoais de uma empresa. Esse tipo de operação consiste em criar uma isca para enganar os usuários e, consequentemente, ter acesso aos dados mais importantes desse indivíduo, tais como: dados bancários e senhas.

Dessa forma, as empresas precisam recorrer a medidas para manter-se protegidas. Afinal, ninguém quer lidar com os prejuízos de um ataque de phishing, não é mesmo?

Quer saber como proteger a sua empresa contra esse tipo de crime? Continue acompanhando esse artigo para mais informações.

Boa leitura!

1. Treine a equipe de colaboradores

De modo geral, a empresa vítima de ataques de phishing não possui o preparo necessário para lidar com essa situação. Assim sendo, a primeira estratégia deve consistir em proporcionar o preparo da equipe de colaboradores para se atentar a qualquer mensagem e verificar os sinais desse crime.

A princípio, esse treinamento pode ser coordenado por funcionários do setor de TI e, até mesmo, de especialistas externos. A equipe de colaboradores também pode contar com ferramentas online para aprender sobre o assunto.

Acima de tudo, os colaboradores da empresa precisam aprender sobre:

● Cavalos de Troia;

● Links escondidos em e-mail;

● Mensagens e chamadas enganosas e muito mais.

2. Realize o gerenciamento de senhas

O ataque de phishing tem as senhas como principal alvo. Por isso, as senhas são um elemento que exige total atenção. Busque estabelecer uma política para gerenciar as senhas e aprimorar sua segurança, assim será possível eliminar esses ataques de phishing.

Para isso, é necessário alterar as senhas periodicamente e criar códigos mais complexos com combinações diferenciadas para cada conta.

Quando uma senha é prejudicada, o responsável pelo phishing não consegue acessar outras contas e, quando há a reavaliação dessas senhas com regularidade, os riscos são mais baixos.

3. Invista na melhor opção de antivírus

Em primeiro lugar, usar um excelente antivírus é uma maneira de proteger a empresa contra o ataque de phishing. Esse tipo de software é responsável por:

● Monitorar o tráfego do usuário;

● Fazer varredura contínua para analisar o que está ocorrendo;

● Identificar possíveis ameaças;

● Diagnosticar softwares perigosos em operação.

Investir em um bom antivírus é imprescindível. Ainda que alguém aperte em um link malicioso, a empresa mantém-se protegida, uma vez que o sistema é capaz de identificar e bloquear os ataques de forma automática.

4. Mantenha o servidor de e-mails em segurança

É bem comum que o ataque de phishing aconteça diretamente por meio da caixa de entrada de e-mail dos colaboradores da sua empresa. Logo, para manter-se protegido contra esse crime, é indispensável contar com:

● Filtro de altíssima qualidade anti-spam no servidor de e-mail;

● Ferramentas para impedir qualquer remetente malicioso;

● Recursos para identificar de forma automática URLs perigosas.

Ademais, há algumas listas padronizadas tanto de phishers, como também de spammers que são trocadas entre as empresas e podem ajudar a manter o servidor de e-mail protegido.

5.Cuidados com as estações de trabalho

Embora o colaborador seja bem experiente e capacitado, é possível cometer alguns erros, uma vez que alguns sistemas de segurança não controlam links de phishing que surgem no e-mail pessoal, nem quando aparece algo em algum aplicativo de mensagens.

Dessa maneira, instalar soluções de segurança em estações de trabalho com conexão à internet é primordial. Como resultado, até quando um link de phishing acertar o seu alvo, o redirecionamento é evitado.

Quer se proteger? Entre em contato conosco e mantenha a sua empresa segura.

Deixe uma resposta