Os dados da sua empresa foram vazados? Saiba o que fazer nessa situação

A segurança da informação é uma área cada vez mais importante para as empresas, pois as protege do roubo de dados praticados por cibercriminosos. Porém, nem todas as empresas estão devidamente preparadas para lidar com tais ameaças e, infelizmente, entram para a lista de vítimas de crimes virtuais.

O que deve ser feito caso haja o vazamento de dados? Continue o artigo e saiba quais os passos seguintes para conter e reparar esse grave problema. Boa leitura!

Como agir ao identificar um vazamento de dados?

Quando a empresa percebe que houve o vazamento, é preciso que a equipe de segurança da informação haja no mesmo instante para fazer a contenção do problema, realizar o resgate dos dados e investigar a origem da ocorrência.

É fundamental que a companhia tenha transparência na comunicação da situação para que não perca credibilidade perante o mercado e os clientes. Por isso, o time de gestão de crise deve ter clareza durante toda a investigação.

Ter um plano de emergência é fundamental

Para que esse plano funcione, a empresa deve ter absoluto controle de sua estrutura como sistema, tecnologia e arquivos. Assim, é possível compreender quais ferramentas disponíveis e quais informações merecem proteção especial.

Quando o negócio não dispõe de recursos para montar e treinar um time de segurança da informação é possível contratar uma empresa especializada da gestão de dados, que vai ser responsável pelas ações contra cyber criminosos.

Segurança mantém e atrai clientes

Você entregaria seus dados para uma empresa que não tem condições de assegurar o sigilo delas? Pense nessa resposta e perceba o quanto a segurança é importante. Os clientes querem garantias sobre sua privacidade.

Numa época em que são constantes as notícias de dados expostos na internet e invasão de contas, a segurança agora é um critério decisivo na contratação de uma empresa. Por isso, esse é um dos pontos que exigem mais prioridade.

Lei Geral de Proteção de Dados

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) nº 13.709/2018 está em vigor com o principal objetivo de garantir o direito à privacidade dos brasileiros por meio de uma regulação jurídica que vai ao encontro dos padrões internacionais vigentes.

No mais, ela é responsável por gerir a aplicação de penalidades às empresas que permitirem vazamentos de dados, o que se configura como mais uma razão para que as companhias tenham ou melhoram suas ações de segurança de informação.

Adequação a LPGD

As empresas devem aproveitar este importante momento de regulação da proteção de dados para se adequar e ajustar seus processos a LGPD. Não é uma lei que visa apenas punir, mas dar diretrizes para a proteção dos dados.

Quando uma companhia se adequa a essa legislação, suas atividades ficam mais seguras e, com isso, o risco de vazamentos é menor. Na dúvida, consulte uma empresa especialista em segurança da informação para fazer os ajustes.

Saiba mais

Acesse o site e conheça os serviços para segurança de dados em empresas. Fale com um de nossos consultores e peça uma cotação para seu negócio.

Deixe uma resposta